Cálculos de Amostragem

A Solvis disponibiliza para você as calculadoras de tamanho de amostra.

Com elas você pode verificar quantas pessoas precisam responder à pesquisa para representar o comportamento de uma determinada população, de acordo com a precisão desejada. Se você já sabe o tamanho da sua amostra e o tamanho da população, você também pode descobrir qual é a margem de erro da sua pesquisa, com a calculadora de margem de erro.

Brinque com as nossas calculadoras e, se precisar, explicamos os termos ao final desta página.

Calculadora 1 – Tamanho Da Amostra

Use esta, quando você sabe o tamanho da população e quer descobrir o tamanho da amostra



Tamanho da Amostra: {{sample_size }}

Calculadora 2 – Margem de Erro

Use esta, quando você sabe o tamanho da amostra e da população e quer saber a margem de erro máxima da sua pesquisa



Margem de Erro: {{error_margin}}%

Tamanho Da Amostra

Como na maioria das vezes é inviável ouvir a opinião de toda uma população ou avaliar todos os produtos de uma linha de montagem, podemos analisar uma amostra e fazer inferências sobre o todo. Porém, esta representação não é perfeita. Intuitivamente, sabemos que quanto maior o tamanho da amostra, melhor ela representa o todo. Assim, a margem de erro diminui.

Esta amostra também deve ser aleatória e representativa da população. Se escolhermos uma proporção maior de indivíduos de um determinado grupo, teremos um resultado tendencioso. Chamamos esse tipo de desvio de “amostra enviesada”.

Tome cuidado! Não há uma relação direta entre proporção da amostra e margem de erro. Em outras palavras, pesquisar 10% de uma população de 100 pessoas fornece um resultado bem pior que pesquisar 10% de uma população de 1000 pessoas. Por isto, a melhor forma de estabelecer o tamanho da amostra é utilizando as fórmulas que estão embutidas nestas calculadoras. Faça o teste!

Margem De Erro

Representa quantos pontos percentuais as respostas da sua população irão variar em relação às respostas obtidas com a amostra.

Nas tradicionais pesquisas eleitorais, é comum termos uma variação de 2%, ou dois pontos percentuais (para mais, ou para menos). Isso significa que um candidato que obteve 60% de intenções de voto na pesquisa pode possuir entre 58% (60-2%) e 62% (60+2%) da população como um todo, dentro da confiabilidade estabelecida para a pesquisa.

Nível de Confiança

Também conhecida popularmente como “confiabilidade”, o nível de confiança é o grau de certeza de que o valor obtido ao pesquisar a amostra representa o valor que seria obtido ao pesquisar toda a população, dentro da margem de erro estabelecida.

Por exemplo, suponha que realizemos uma pesquisa eleitoral com margem de erro de 2% e nível de confiança de 95%. Se o resultado indicar que um candidato possui 60% das intenções de voto, na verdade isso quer dizer que há 95% de chance de o candidato possuir entre 58% e 62% das intenções da população.

O valor mais comum utilizado para o nível de confiança é de 95%, mas também são usuais os valores de 90% e 99%.

Observações

Amostra Aleatória

Para obter o intervalo de confiança simulado, assume-se que a amostra da população é verdadeiramente aleatória e representativa da população.

Escala Utilizada

O cálculo de tamanho da amostra e margem de erro depende do desvio padrão da média. Isto significa que depende da média e da escala utilizada, ou, no nosso caso, do tipo de pergunta escolhido.
Começamos por escolher a pergunta de múltipla escolha como padrão, mas como fica a média?
Não temos a média antes de realizarmos a pesquisa, então assumimos o pior caso, que é o das respostas igualmente importantes. Assim, conseguimos o tamanho de amostra mais conservador.
Desta forma, se uma das respostas da pergunta de múltipla escolha se destacar muito das demais, a confiabilidade será ainda maior que a estabelecida pela fórmula.

Tamanho Da População

Para populações muito grandes, o tamanho da amostra varia pouco para manter a confiabilidade e margem de erro. Quer testar? Escolha uma margem de erro e confiabilidade e calcule os tamanhos de amostra para cem mil opinadores e depois para um milhão. Interessante, não!?

Amostras Percentuais

Como já alertamos, a relação entre tamanho da população e tamanho da amostra (para margem de erro e confiabilidade fixos) não é linear. Desta forma, não podemos estabelecer para diferentes situações que temos uma amostragem mínima de 10%, por exemplo, pois isto significa algo muito diferente quando temos 100 opinadores do que quando temos 1.000 opinadores. Faça o teste!

  • “Viajei o mundo todo e nunca vi nada assim. Vale cada centavo.”

    B. Valentini
    B. Valentini Hotel Valentini di Lucca
  • “Uso o totem da Solvis, pois é uma iniciativa criativa e profissional. Ele me ajuda no acompanhamento das lojas, pois sou franqueado multi-lojas e se tornou impossível minha presença em todas elas. O principal benefício foi o contato direto com o cliente em questões do dia-a-dia, como atendimento, limpeza, ambiente e qualidade dos alimentos. O cliente vê o totem e se interessa em fazer a pesquisa, sem a necessidade de uma abordagem pessoal. Com o totem, o cliente se sente confortável para descrever sua opinião.”  

    Fabiano de Moura Parente
    Fabiano de Moura Parente Subway – Goiânia
  • “A solução da Solvis trouxe para a Elevato um canal direto com os clientes! Através dela, conseguimos monitorar de forma rápida e simples a satisfação dos clientes, assim como resolver os problemas no mesmo dia em que foram relatados. Já foram feitos vários melhoramentos em nossas filiais, decorrentes da análise de sugestões e reclamações vindas da solução.”

    Cristina Pereira
    Cristina Pereira Coordenadora de Marketing - Elevato
Mensagem

Deixe seu recado e entraremos em contato em breve!