A refeição geralmente é um momento para relaxar, se desligar um pouco das obrigações e aproveitar uma boa comida.

Mas, neste período do dia, muitas empresas pegam firme na paixão pela gastronomia e fornecem refeições em restaurantes, lanchonetes, cafés e refeitórios.

 A Refeição Coletiva

O segmento de alimentação por refeição coletiva cresce a cada dia no Brasil. Empresas de médio e grande porte apostam em montar locais propícios para que seus colaboradores realizem as refeições na empresa.

Por lei, empresas com mais de 300 funcionários precisam ter um espaço destinado às refeições dos colaboradores (lei 6.321, de 1976 e decreto nº 5, de 1991).

Por conta disso as companhias preferem terceirizar o serviço de alimentação em contratar pessoas específicas para manter a cozinha, se colocando em conformidade com os parâmetros da lei.

Além disso, grandes empresas apostam em terceirizar o serviço de alimentação dos colaboradores para otimizar seus custos, evitando passivo trabalhista e despesas com equipamentos e insumos, tem melhor controle de gastos e consegue focar seu planejamento na especialidade da empresa.

Verificando os Padrões de Qualidade

É comum que grandes empresas prezem pela satisfação de seus colaboradores em tudo o que diz respeito às atividades trabalhistas. Seja o ambiente de trabalho ou sua locomoção o mesmo, desenvolvimento intelectual do colaborador, entre outros.

O refeitório não poderia ficar de fora dos itens tratados com carinho. Muito por conta disso há certas exigências quando a companhia resolve terceirizar o serviço de alimentação coletiva ao invés de contratar e gerir profissionais.

A maioria dessas exigências diz respeito à satisfação do serviço prestado, por parte dos próprios colaboradores. Essa satisfação é mensurada com pesquisas realizadas no refeitório mesmo.

Com a pesquisa sendo realizada pela empresa de refeições coletivas, não pode ser considerado o critério de isenção para atestar credibilidade à pesquisa (principalmente se ela for realizada via papel).

Os Tipos de Pesquisa de Satisfação

As pesquisas realizadas nos refeitórios são variadas. Ainda existem as pesquisas feitas por cadernos ou papéis de pesquisa de opinião depositadas em urnas. A prática começou a cair em desuso por sua baixa taxa de confiabilidade e participação.

Vejamos os motivos que levam à baixa confiabilidade:

Tempo de análise dos resultados: Essencial para a tomada de decisão, a análise dos resultados não pode ser um processo muito demorado, permitindo que sejam tomadas ações corretivas a tempo, muitas vezes realizadas já na próxima refeição;

Possível fraude: Mais comum do que gostaríamos, a adulteração de resultados, omissão de feedbacks ruins e evasão à críticas pode ser um problema comum em franquias ou filiais que contam com coordenadores desmotivados.

Decisão por amostragem: Com respostas em papel é demasiado longo o tempo de preenchimento por parte do cliente, gerando baixa participação e, consequentemente, não representando a opinião geral dos consumidores.

Soluções para Pesquisas de Satisfação em Refeição Coletiva

Para substituir a coleta de feedbacks no papel foram desenvolvidas as alternativas eletrônicas para pesquisa de satisfação. Nelas o consumidor não fica pressionado por algum atendente, responde com tranquilidade e, por consequência, é mais transparente na sua opinião.

Os totens são os mecanismos mais acessíveis quando falamos em alternativas tecnológicas.

Na maioria das vezes posicionados na saída dos refeitórios, os totens permitem que o consumidor descreva sua opinião a respeito da refeição, avalie o desempenho dos atendentes, a qualidade da comida e sugira melhorias.

Além disso é possível mensurar o NPS® da marca e planejar ações com base nos resultados obtidos, segmentando o público por tipos de resposta.

Diariamente estes resultados são automaticamente exportados, tabulados, mensurados e enviados em forma de relatórios para análises. Esse processo automatizado facilita a análise diária dos resultados, permitindo uma interação mais imediata com o cliente, seja ele satisfeito ou insatisfeito, além de evitar fraudes ou omissões.

A velocidade na resposta ao cliente está relacionada à facilidade com que problemas são resolvidos. O cliente estará disposto a ouvir a marca, comentar sobre a situação que gerou insatisfação e receber possibilidades da empresa para resolver tais questões.

Com acúmulos de informações geradas pela pesquisa via papel, além do processo de análise levar mais tempo a resolução de problemas também gera maior dificuldade pela demora do contato inicial.

Confiabilidade das Pesquisas de Satisfação

Os totens de pesquisa não necessitam de uma audiência próxima da totalidade para ter resultados confiáveis.

Segundo testes, estudos e análises de estatística e probabilidade, há uma correlação entre o número de audiência, de participantes totais e de respostas replicáveis, ou seja:

Ao estabelecermos a margem de erro e a taxa de confiabilidade (a porcentagem do teste, caso seja aplicado em condições semelhantes, dar o mesmo resultado sempre) teremos um mínimo viável de participações para que o teste seja válido.

Seguimos nesse raciocínio com um exemplo:

Se temos 1000 pessoas diariamente em um restaurante e queremos 90% de confiabilidade e 5% de margem de erro, por cálculos precisamos que um mínimo de 215 pessoas respondam nosso questionário.

Notem que isso representa pouco mais de 20%. Pesquisas de intenção de voto, por exemplo, costumam ouvir 2.500 pessoas, um percentual de 0,0017% em relação ao eleitorado brasileiro.

Isso porque o mínimo viável para realizar uma pesquisa de satisfação pode variar conforme a audiência total.

Você mesmo pode gerar seus próprios cálculos de confiabilidade em nosso site, é só clicar aqui e acessar a calculadora Solvis

Totem e Outras Ferramentas de Pesquisa

Por conta da atuação da Solvis com várias das grandes marcas de refeição coletiva em atuação no Brasil a Solvis desenvolveu estatísticas confiáveis que garantem uma melhor e otimizada participação em totem de pesquisa, no comparativo com outros mecanismos.

Por exemplo, se comparado com as pesquisas em papel: Por ser mais prático e ágil de ser preenchido, o totem angaria melhor taxa de participação.

Se comparado com o QR Code: A taxa de adesão é igualmente superior, pela facilidade e comodidade, pelo totem se manter mais prático.

Outro fator de análise crucial é quando analisamos a satisfação. Nos totens de pesquisa a adesão é ampla, ou seja, pessoas felizes, indiferentes ou insatisfeitas com o serviço se dispõe a responder, dada a praticidade.

Quanto menor for a dificuldade do consumidor em participar da pesquisa, maior será a taxa de adesão. Essa ampla adesão resulta em maior confiabilidade, espelhando um retrato fiel à realidade..

Nos comparativos descritos, de pesquisa por papel ou QR Code/Online, existe a tendência de que apenas quem tem uma reclamação ou crítica irá desprender tempo para enviar feedback.

Acima está uma comparação de resultados em um mesmo restaurante, cliente Solvis. Além da diferença na satisfação, o totem teve uma adesão 150 vezes maior. Isso mesmo, 150. O prazo de comparação foi um intervalo de 30 dias.

 

Com isso, além da participação ser menor, a taxa de satisfação também será, pois irá concentrar insatisfeitos em maior número. Não é ruim, afinal você fornece um canal de comunicação para pessoas que possuem uma reclamação, mas o totem permite um panorama geral, mais próximo da realidade.

 

Pesquisa em Refeição Coletiva: Opinião Final da Solvis

Além de garantir maior participação, o totem de pesquisa apresenta um resultado mais próximo da realidade do restaurante, com índices cada vez mais confiáveis e embasados.

Por exigência de muitas empresas, a manutenção de contratos com restaurantes terceirizados depende da satisfação dos consumidores e uma amostragem que atende de forma equilibrada toda a parcela do público pode salvar uma parceria.

Pensando na comprovação deste índice de satisfação que diversas empresas buscam a solução de totem de pesquisa da Solvis. Pela melhor taxa de audiência e uma confiabilidade alta em relação à opinião geral, se torna a opção com menor viés do mercado, se tornando um retrato fiel da realidade.

Feedbacks negativos são essenciais para a evolução e melhoria de processo e produtos, porém a coleta de feedbacks positivos é primordial para um panorâma próximo da realidade. E essa condição o totem oferece como nenhum outro método de pesquisa.

O Totem de Pesquisa Solvis

A Solvis é, hoje, líder de atuação em pesquisas no ramo de refeições coletivas, além de diversos clientes do ramo alimentício no país, sejam restaurantes, bistrôs, lanchonetes, etc.

Com a experiência da equipe e equipamentos adaptados para serem práticos, elegantes e convidativos, a opção mais segura para quem busca bons e reais resultados é o totem de pesquisa de satisfação Solvis.

Além disso, para realizar análises diárias e acompanhar o desempenho de cada unidade, a Solvis desenvolveu um sistema exclusivo que pode ser acessado via computador ou via aplicativo, com atualização dos dados a cada 1 hora e diversos gráficos e comparativos, lista de respostas individuais e compartilhamento via e-mail, Whatsapp ou exportação em Excel.

Essa ferramenta permite a análise com base em diversos filtros, como horários, turnos, equipes, unidades e setores. Tudo para otimizar a gestão e tomada de decisão com base em data analytics.

Entre em contato com a Solvis e descubra na prática porque o Totem de Pesquisa é a melhor opção para comprovar o índice de satisfação contratado.

Posts Relacionados

Veja como gerenciar contatos recebidos em uma rede de lojas

Veja como gerenciar contatos recebidos em uma rede de lojas

O atendimento ruim em uma unidade pode causar um aspecto negativo em toda a rede, e isso é mais comum do que se imagina. O resultado é preocupante, afinal um cliente insatisfeito dificilmente guardará para si a sua opinião. Ele vai comentar com os amigos e familiares....